27 de fevereiro de 2021

Uma loucura chamada: Dependendo de Deus

 A Graça e a Paz de Cristo Jesus, meus amados irmãos!

Há pessoas que consideram loucura o fato de alguém viver sob a dependência de Deus, principalmente os ateus, agnósticos e outros que se identificam de alguma forma com essa filosofia de vida! De fato, isso é algo bem louco, porque exige de nós uma percepção além do olhar físico, do olhar humano preso às coisas materiais e perceptíveis. Alguém já viu o amor? O amor não é palpável, mas é notado através de atitudes e sentido no toque, no abraço, no afago.  Deus não é visto a olho nu, mas percebido nos gestos, nas palavras e sentido na alma.

Viver sob a dependência de quem não se vê, mas apenas se sente é realmente uma loucura, mas apenas se estivermos presos a esse corpo, a essa carne e a esse mundo, onde tudo é perecível. Acredito que quem vive apenas a expectativa do agora, deposita todo o seu prazer e alegria em momentos construídos somente para o desfrute dessa vida, o que fatalmente os tornam como sepulcros caiados. Que por fora aparentam certa beleza e alegria, mas por dentro sentem-se perdidos e temerosos em serem revelados, trazendo á tona o seu interior eivado de enganos e mentiras.

Fariseu cego! Limpa primeiro o interior do copo e do prato, para que também o exterior fique limpo.
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundícia.
Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas interiormente estais cheios de hipocrisia e de iniqüidade.
Mateus 23:26-28

Deus nos chama para o profundo, Ele deseja que vivamos experiências de fé, para nos maravilharmos no seu sobrenatural, para provarmos (nem que seja um pedacinho) daquilo que nos aguarda em uma outra vida, ou melhor, na verdadeira vida que nos aguarda no retorno ao Jardim. Confiantes prosseguimos e principalmente, fortalecidos, quando passamos a experimentar dessa realidade com o Senhor. Andamos, planejamos, dormimos e acordamos e permanecemos, independente das boas ou más circunstâncias, como a casa edificada sobre a Rocha.

Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha; E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha. Mateus 7:24,25

O que parece loucura na boca do ignorante soa extremamente familiar para aquele que ama a Deus, por isso, andemos com aqueles que abominam o pecado e sentem prazer na companhia diária do Senhor, pois é preferível ser tomado como louco, a dar abertura para que o mal tente nos desviar do caminho reto, nos trazendo confusão de pensamentos e instabilidade, nos fazendo tropeçar e retirando-nos da adorável e perfeita presença de Deus.

                                                                                                                         Alana Baggioto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...