BANNER ROTATIVO

BANNER ROTATIVO

14 de maio de 2022

É sobre Humildade e Ousadia... é sobre ser vigilante

Graça e Paz de Cristo Jesus, meus amados!

Não confunda humildade com fraqueza, com covardia ou inferioridade. Não confunda ousadia com soberba, com orgulho, ou arrogância.

 O bom cristão precisa aprender a desenvolver humildade e ousadia para fazer a diferença nesse mundo, e isso nem sempre é fácil! Muitas vezes somos interpretados erroneamente, porque o excesso de humildade pode nos gerar um aspecto de “coitadinho”, e o mau uso da ousadia pode se transformar em atitudes invasivas e desnecessárias.

Por isso é preciso aprender a dosar e saber qual o momento certo para agir com humildade e/ou ousadia.

Pedir orientação ao Espírito Santo para se conhecer e reconhecer sua própria essência, buscar estar sempre em comunhão com Deus para não cair nas armadilhas da própria língua, para não proferir palavras vãs que em nada acrescentam, em nada edificam, pelo contrário, criam uma imagem distorcida de quem realmente somos. 

Ser humilde:

É saber enxergar e elogiar os pontos positivos de alguém.

É saber ajudar da maneira que lhe é possível, e às vezes até fazer alguns sacrifícios.

É saber pedir perdão e reconhecer seus erros, é saber perdoar e entender que a vida está em constante movimento e os papéis podem por um instante mudar de lugar.

É saber até onde pode-se ir, é reconhecer suas próprias limitações físicas, emocionais e financeiras, e não simular o que não se é e o que não se pode.

É aprender a ouvir, a calar e a ceder, e esperar a sua vez.

É aprender desenvolver a resiliência em Deus!

Ousadia se resume em: 

Fé! Inovação! Coragem! 

Ter ousadia é:

Mergulhar naquilo que acredita e defender com o melhor que se tem para oferecer.

Não se calar diante das afrontas, ter coragem. Enxergar as boas oportunidades e fazer acontecer, não se acomodar. Entender que tudo depende primeiramente da nossa própria FÉ e INICIATIVA.

O ministério de Jesus foi perfeito e nos revela traços da personalidade do Senhor que demonstram como Ele conciliava e desenvolvia a sua humildade e sua ousadia, enquanto filho de Deus. A humildade de Deus foi tão imensurável que Ele na condição de filho, se fez homem e como diz em Filipenses 2:6-8:6. 

6. Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus,

7. Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens;

8. E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.

Só o fato de Deus se fazer carne como nós já demonstra humildade soberana e incomparável. Jesus sabia quem era, mas não buscou para si holofotes e trombetas, mas como um filho obediente se pôs na condição de um mortal para cumprir o propósito do Pai, seguindo todo o justo processo com humildade e ousadia.

Veja: propósitos, objetivos, missões nos tornam pessoas humildes, principalmente quando sabemos que há um bem maior por trás de tais missões, que alcançará mais vidas.

Jesus nunca foi o coitadinho da história, o plano que nos conduz a salvação continha ensinamentos profundos que precisavam ser ministrados da maneira que Jesus o fez, com acesso livre ao povo para se fazer conhecido por todos.

Mas nem por isso, Ele se calou diante das extravagâncias, do abuso de poder e ganância dos fariseus. Em Mateus 23 e versículos, Jesus condena a hipocrisia dos fariseus e dos escribas:

25.  Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que limpais o exterior do copo e do prato, mas o interior está cheio de rapina e de iniquidade. 26.  Fariseu cego! Limpa primeiro o interior do copo e do prato, para que também o exterior fique limpo.

Veja: ousadia requer sabedoria, conhecimento, experiência. Ninguém que deseja agir com ousadia o faz sem o devido discernimento a respeito do que preconiza ou defende, porque se assim o faz, na verdade age como um tolo.

Não sejamos nós como aqueles que buscam a glória para si, maquiados de uma humildade que na realidade não existe, que usam a palavra de Deus como pano de fundo e desvirtuam a ousadia que o Senhor espera de nós, agindo de modo que busca apenas enaltecer seus próprios dons.

A cruz é o ápice da maior demonstração de humildade e ousadia. Em um só gesto Jesus Cristo se derramou à humanidade com amor e com a humildade de um cordeiro, mas a ousadia, coragem e bravura do Leão da Tribo de Judá, que Ele é. Agora nos resta, refinarmos a nossa essência e sermos vigilantes a respeito dos nossos próprios comportamentos e pensamentos.

Alana Baggioto

23 de abril de 2022

Murmuração X Ingratidão

 Graça e Paz de Cristo Jesus, meus amados!

Para uma parcela significativa da população, os dias têm sido bastante difíceis, isso é notório não só para quem está inserido dentro dessa realidade, mas também para quem está consciente do mundo que o cerca.

Financeiramente, economicamente, temos visto muitas rendas comprometidas com dívidas infindáveis, são tantas dificuldades para manter condições básicas de sobrevivência, como colocar comida na mesa, comprar medicamentos, pagar um aluguel, abastecer um carro.

A nossa qualidade de vida, de um modo geral, tem gerado doenças que outrora eram consideradas “raras”. Nunca se viu tanto câncer, tantos problemas de visão logo na infância, tantas alergias, tantas intolerâncias a lactose, glúten… Consequências de uma despensa repleta de produtos industrializados, consequências do excesso de telas (celular, tablet, computador). Quando não se trata de mazelas físicas, são àquelas da alma, desequilíbrio emocional, depressão, insônias que não demoram para externarem-se fisicamente no corpo de diferentes formas (quedas de cabelo, gastrite...).

O homem, desde que foi expulso do jardim de Deus, busca por amor, saúde e dinheiro, e quando não os encontra, entra em conflito com a sua mente, e nesse momento de fraqueza passa a murmurar, se comparar, odiar, se distanciando paulatinamente do Senhor.

A murmuração abre as portas para a mediocridade, para a cegueira espiritual, para uma condição de vitimismo, de coitadinho, de um alguém que perde a capacidade de enxergar tudo o que Deus já fez por amor a humanidade e em particular por tudo o que Ele continua fazendo por nós. Satanás só precisa de uma queixa, de uma faísca de carnalidade para aumentar todo o nosso sentimento de murmuração e ingratidão. 

Não se trata de conformismo, de ter que aceitar a qualquer custo algo que não é bom. Mas, de reclamar e se auto vitimizar, por coisas que fogem ao nosso controle, de adversidades quase que em comum a muitas pessoas.

A frase mais ouvida de um murmurador é: - Por quê? Era só o que faltava! O que mais me falta?! Em um tom de vitimismo! Quando na verdade a pergunta certa seria: - Por que não eu? Eu não sou melhor do que ninguém! Se tudo está difícil, lembre-se do que o Senhor nos ensinou em Mateus 11:28-30:

28. Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu darei descanso a vocês.

29. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas.

30. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.

Faça da Palavra de Deus, um escudo para o teu coração e não desperdice o seu tempo com reclamações. Deus não permitirá nenhum fardo maior do que aquele que você pode suportar. Mesmo que você repita para si mesmo, no silêncio de suas próprias dores, que não aguenta mais, mesmo que as lágrimas encharquem o seu travesseiro e os remédios já não façam mais nenhum efeito, Deus conhece o teu limite e não te abandona, ou Ele mesmo faz algo por você, ou usa algo ou alguém para fazer, ou te ensina o que você mesmo deve fazer.

Lembre-se que os murmuradores nunca conheceram a terra prometida.

Alana Baggioto

15 de abril de 2022

Perdoar para ser Perdoado

Graça e Paz de Cristo Jesus, meus amados irmãos!

Eu nunca fui e nunca serei boa o tempo todo…  muitas vezes magoei e fui magoada, menti e também mentiram para mim, enganei e fui enganada, feri e fui ferida, odiei e fui odiada.

Há um poço de imperfeição dentro de mim e todos os dias eu aprendo a lidar com ele. A minha consciência é incansavelmente bombardeada pelos dardos inflamados do mal, que buscam diante da minha fragilidade humana me fazer desacreditar do amor de Deus por mim.

Paro e me recordo de Davi, Pedro, Salomão, Jonas, Sansão, personalidades do nosso Evangelho, que fraquejaram em algum momento, que SIM, tiveram que suportar a reprimenda do Senhor, mas que se reergueram e concluíram o que haviam começado diante de Deus.

Rei Davi em luto pela perda do seu filho com Bate-Seba

Naum 1:3 já nos adverte: O Senhor é tardio em irar-se, mas grande em poder, e ao culpado não tem por inocente. Porém, Ele nos concede o perdão, como nos mostra 1 João 1:9: Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.

Enquanto estivermos aqui, todos os dias faremos algo que não irá refletir a natureza de Cristo, o faremos nem que seja de forma inconsciente. Ninguém está imune a isso, a diferença está nas nossas escolhas entre o cair e levantar, e o cair e desistir; entre o reconhecer e se arrepender, e o reconhecer e se anestesiar. E o melhor é saber que Ele por saber disso, está aberto aos que escolhem se levantar, reconhecer e se arrepender, porque a sua misericórdia é infinita e desistir do Pai nunca deverá ser uma opção, mesmo após termos falhado miseravelmente com Ele. 

Mudanças fazem parte da trajetória humana
Vivemos em constante modificação!

À medida que a distância diminui e os contornos do nosso semblante vão acentuando-se, os desafios para prosseguir fiel a Deus só aumentam. Mas, nada e nem ninguém podem nos afastar do perfeito amor de Deus. A verdade está selada em nosso caráter.

Cair, levantar e prosseguir, tudo faz parte do processo. Vida só há em Cristo, permita-se mergulhar de corpo e alma nesse amor, e encontrar a paz e a segurança que somente Ele pode te proporcionar! Nunca foi sobre religião, é sobre relacionar-se com o Criador e alongar o nosso olhar para além daqui, para uma eternidade bem acompanhados do Maior e Melhor nome que há nos céus e na terra: Jesus Cristo. 

Perdoe-se, perdoe e seja perdoado.

Há sempre um recomeço nos aguardando após o PERDÃO.

Alana Baggioto

14 de outubro de 2021

Que tipo de crente é você nesta geração?!

Graça e Paz de Cristo Jesus, meus amados irmãos!

Quem acredita que os bancos das igrejas estão todos ocupados com pessoas perfeitas, comete um imenso engano! Dentro dos templos de adoração a Deus encontramos pessoas errantes, cheias de pecados, culpas e medos. Diferentes histórias de vidas que se cruzam e se encontram em um ponto em comum: a fé de que Jesus Cristo vive, e o reconhecimento de que Ele é o único e legítimo Salvador das nossas almas.

Moralmente temos a responsabilidade de sermos verdadeiros e honestos, leais aos nossos compromissos diante da nossa família, no trabalho e em todas as atividades nas quais estamos envolvidos, como a Palavra de Deus nos orienta.

Mas, essa não é uma realidade demonstrada por muitos dos cristãos.  Infelizmente, existem irmãos que quando estão na igreja são prestativos, sorridentes, amigáveis e fora do templo são possuídos por outra personalidade que em nada condiz com aquela lá na igreja. Por isso, questionamos: que tipo de crente nós somos nessa geração?!

Onde estiver, seja inteiro, seja de verdade, isso é ser cristão em todo tempo e em todo lugar

O que temos visto nos noticiários e redes sociais nesses últimos dias são charlatões e golpistas que usam a figura de um Deus que requer sacrifício financeiro do pobre como prova de fé para se alcançar bênçãos, e do outro lado uma geração de preguiçosos em buscar conhecimento e dedicar-se a oração, de egocêntricos que primeiro buscam satisfazer seus próprios desejos e deixam suas sobras de tempo e dedicação (quando ainda há) para fazer a vontade de Deus.

Reflita:

Na igreja você é a esposa perfeita e atenciosa e fora: indiferente quase uma desconhecida com seu esposo?

Na igreja você é prestativo e em casa não lava nenhum copo de água?

Na igreja você cumprimenta a todos e no trabalho não responde nem a um bom dia?

Quem é você de verdade?!

Ou tudo ao contrário…  com seus planos pessoais você nunca falha, nunca perde a hora daquele encontro semanal com os amigos, com a academia, com o salão de beleza, mas para ir ajudar no culto da sua igreja está sempre ocupada?! Coloca dificuldades em tudo, enxerga defeitos e não se predispôs a colaborar.

Como nos reconhecemos diante de Deus?! Como você imaginaria se possível, o senso crítico de Deus ao seu respeito?! Imagine-se em um enorme tribunal em que Deus é o juiz e responda a si mesmo, tenho algo do que me orgulhar diante do Senhor ou somente motivos para me envergonhar?! Faça o seu próprio julgamento moral.

Obviamente, que não há um cristão perfeito, nesse mundo, pois isso só coube ao próprio Jesus. Porém, precisamos estar mais conscientes do nosso papel como cristão dentro e fora da igreja, atentos as nossas condutas, buscarmos conhecimento para desenvolvermos uma visão mais ampla sobre a verdadeira vontade de Deus e pelejarmos mais em oração a fim de apurarmos o nosso senso crítico sobre o que procede realmente do Espírito Santo ou da nossa carne.

Desistir de Cristo não é opção, desistir da igreja é quebra de comunhão que enfraquece o relacionamento com o Pai, só há uma alternativa: se aperfeiçoar diante do Senhor para transbordar em maior compromisso com a sua igreja.

Por isso te digo que os seus muitos pecados lhe são perdoados, porque muito amou; mas aquele a quem pouco é perdoado pouco ama. Lucas 7:47

Alana Baggioto

 

7 de setembro de 2021

A Igreja é o Sal da Terra

A Graça e a Paz de Cristo Jesus, meus amados irmãos!

Bem sabemos que o sal é necessário para acentuar o sabor dos alimentos, por isso que a expressão “a igreja é o sal da terra” denota um entendimento de que sem a igreja, a terra perde o principal condimento responsável por gerar a intensidade da vida. Assim como dizer que “a igreja é a luz do mundo”, pois sem a igreja, a terra perece presa às trevas.  Logo, entendemos que no escuro, sem motivação e sem gosto não há vida. Porém, não se trata apenas da igreja como uma construção com a junção de pessoas, mas também da figura isolada do cristão.

Imagem obtida do site: bibliaseensina.com.br

Mas queremos agora, nos ater a igreja construção em que acontece o encontro de irmãos. Assim como o sal faz a diferença na culinária, a igreja faz a diferença no mundo, e principalmente na vida dos cristãos. É preciso reconhecer e, sobretudo, valorizar continuamente a presença da igreja como parte integrante e essencial da nossa caminhada cristã. Ninguém é obrigado a nascer e morrer dentro da mesma igreja, mas sim: devemos estar sempre inseridos no corpo de Cristo, aguçar os sentidos para que o Espirito Santo nos conduza para onde ele deseja que estejamos nos alimentando verdadeiramente da Palavra de Deus e colaborando para o crescimento da obra.

Muitos acreditam que podem ser autossuficientes, uma vez que a igreja somos nós, mas como diz um velho ditado: brasa longe do braseiro esfria. Em uma nação ainda livre como o Brasil, é um privilégio podermos assumir a nossa identidade de cristão e ir livremente frequentar nossos cultos, louvarmos e adorarmos com liberdade de expressão. A pandemia gerada pelo COVID-19, que por algumas vezes obrigou temporariamente o fechamento das igrejas, ao mesmo tempo em que evidenciou a força espiritual de alguns, também demonstrou a fraqueza de outros que só conseguiam se sentir crente ao irem para a igreja.  

Alguns passaram a se sentir tão confortáveis em não poder ir aos cultos, e esse sentimento foi gerando um esfriamento espiritual perceptível, porém negligenciado, dando espaço a outras paixões de pequeno valor que passaram a tomar conta das mentes e corações. Resultado: PECADO. Muitas famílias foram abaladas nesse período, muitos casamentos dissolvidos, além das perdas físicas, também houve muitas mortes espirituais. O pecado adentrou silenciosamente nos lares e embaraçou a fé dos que se consideravam inabaláveis, mas que na primeira onda se desestabilizaram para longe do Pai e tornaram-se presas fáceis nas garras de Satanás.

A igreja é fundamento, a instrução é escudo, a comunhão é brasa que não se apaga.

Pastor em frente a sua igreja destruída por extremistas islâmicos na Nigéria - foto do site: portasabertas.org.br

Fazer parte de uma igreja é uma honra e um privilégio ao alcance de todos os brasileiros (não sabemos até quando) e isso deve ser encarado como uma responsabilidade diante do Senhor, não como um passatempo de fim de semana ou uma espécie de ponto de encontro entre amigos.

Ame a sua igreja, fortaleça-se dentro da sua igreja, ande em paz com seus irmãos, se instrua, participe, não desista... de tantas outras coisas nós insistimos, como no esporte, em uma faculdade, então porque abrir mão tão fácil de ser parte em uma igreja? Você não o faz por capricho pessoal, você o faz porque Deus não é algo que se possa desistir, Ele é eterno, criador soberano e só há vida em seu filho: Cristo Jesus. Amém.

"E vocês?”, perguntou ele. "Quem vocês dizem que eu sou? "
Simão Pedro respondeu: "Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo".
Respondeu Jesus: "Feliz é você, Simão, filho de Jonas! Porque isto não lhe foi revelado por carne ou sangue, mas por meu Pai que está nos céus.
E eu lhe digo que você é Pedro, e sobre esta pedra (Jesus Cristo) edificarei a minha igreja, e as portas do Hades não poderão vencê-la.
Eu lhe darei as chaves do Reino dos céus; o que você ligar na terra terá sido ligado nos céus, e o que você desligar na terra terá sido desligado nos céus".
Mateus 16:15-19

 

 Alana Baggioto

12 de agosto de 2021

Faça o Certo e as Bênçãos do Senhor te Acompanharão até o Fim

 A Graça e a Paz de Cristo Jesus, meus amados irmãos!

Quem disse que fazer o certo é o caminho mais fácil? Quem disse que fazer o certo é o mais prazeroso? Quem disse que fazer o certo é o menos doloroso? Fazer o certo nem sempre é a nossa vontade! Muitas vezes o nosso corpo quer ser gerido apenas por instintos, comportamentos alucinados e insensatos, emoções que nos conduzem ao pior da nossa carne.

Como cristãos sabemos que o Senhor não compactua com o erro, com o engano, com o pecado. Jesus Cristo é santo, é luz, é verdade, é justiça e amor. Nós precisamos nos amoldar à sua lei se desejamos realmente conviver com Ele e um dia conhecê-lo da mesma maneira como Ele nos conhece.

Chuvas de Bênçãos

O desejo de fazer muitas coisas do nosso jeito, conscientes de que pode ser prejudicial a terceiros e a nós mesmos, às vezes se torna tão intenso. Vingança, ameaças, olho por olho e dente por dente, revidar com toda a fúria que habita em nosso ser! Omitir, mentir esconder, fingir... Se manter na posição de um verdadeiro cristão diante de toda a sorte de maus sentimentos e pensamentos nunca será fácil.

Mas, assim diz o SENHOR: - Faça o certo e as minhas bênçãos te acompanharão até o fim dos seus dias.

Podemos olhar para o céu e sabermos que não somos peças aleatórias, descontextualizadas e sem rumo. Que prestamos contas de tudo o que fazemos e deixamos de fazer ao Pai, que tudo entregamos em suas mãos, pois somente os seus olhos conseguem alcançar a tudo e a todos em qualquer tempo. Melhores sempre serão as providências do SENHOR, pois a justiça perfeita só procede Dele.

No momento em que percorremos pelas vias do pecado, nos distanciamos do Senhor e abrimos mão das bênçãos tão lindas e sonhadas por Ele para as nossas vidas. Vigilantes precisamos permanecer. Muito mais do que nos deixar levar pelo ímpeto da carne, o pecado nos destitui dos planos de amor que o Pai tanto idealizou para nós.

Por isso, persista no que é o certo e conserve tuas bênçãos bem guardadas junto a ti. Alegre o coração do Pai, que aguarda pacientemente cada etapa vencida para te fazer conhecedor de mais uma benção recebida, para que teus olhos vejam e tuas mãos sintam as bênçãos ganharem forma, ganharem vida, e você possa então louvar e glorificar o nome de JESUS CRISTO com cânticos cheios de novos sentidos e maturidade.   

"Eu disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo". João 16:33.

                                                                                                                        Alana Baggioto

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...