4 de dezembro de 2015

Triplo Negativo! O que é isso?!

Olá Meninas!

Finalmente, eu tenho agora os dois exames que comprovam a natureza do câncer que estava na minha mama, ele era triplo negativo! Foi feito um exame imuno-histoquímico que avaliou que os meus índices de progesterona e estrogênio estavam normais. No entanto, o resultado a respeito do índice de uma proteína chamada HER2 ficou duvidoso! Lá se foram mais quinze dias, esperando o resultado de um outro exame, chamado FISH, para saber se aquela proteína estava em excesso ou em quantidade normal dentro das células cancerígenas. De acordo com o FISH, deu HER2 - (negativo), isso quer dizer que os hormônios (progesterona e estrogênio) e a proteína HER2, estavam em quantidades normais na formação do tumor e não foram os responsáveis pelo surgimento do CA! Então, eu posso comemorar? Não mesmo! 
Essa qualificação de câncer de mama é na atualidade o pior prognóstico da doença, pois ainda não existe na medicina, um tipo de tratamento alvo, uma terapia aplicada a longo prazo, para combater qualquer tipo de recidiva do câncer! Que sorte a minha, hein?!


Em breve, o meu oncologista vai me requisitar, para que eu faça outros exames de possíveis mutações nos meu genes BRCA1 e BRCA2, a fim de descobrir uma causa para o CA! Geralmente, quando alguém possui mutações nestes genes, isso é passado de avó para mãe, de mãe para filha, de tia para sobrinha... já existe algum histórico familiar, no meu caso, ninguém nunca teve CA de mama ou ovário! Por isso, que eu vou deixar esse assunto lá pra frente, além do mais, esses exames são bem caros e no momento, realizá-los foge completamente da minha realidade orçamentária!!  
Quando a gente começa a investigar as possíveis causas de um câncer, os tipos de tratamentos, os numerosos casos de recidivas, tudo acerca daquela doença, ficamos, mesmo sem querer, apreensivos, preocupados, temendo em viver pouco, viver dias sem qualidade, dias de dor, de privação! Por isso que já dizia o filósofo a ignorância é uma benção, mas em contrapartida, sabemos muito bem que hoje em dia, a informação é um poder! Eu já sei muito sobre o tumor que estava em mim, já li bastante, já estudei, pesquisei, me informei, agora eu sinto que posso relaxar, já conheço bem o inimigo! Eu contemplo, no momento, uma estação de mudanças! 


Se eu pudesse dizer para cada paciente de câncer, assim como eu, triplo negativo ou não, eu diria isso: nós somos únicas, somos todas diferentes! Cada célula, cada organismo, cada gene são únicos! Nossas histórias são só nossas, nossas decisões, iniciativas, percepções são características muito pessoais! Não somos percentuais, não somos dados, somos vidas! Não importa se na medicina existe qualificação, títulos para doença A ou doença B, grau maior ou grau menor, subtipos, estágios... o que importa é a maneira como você se vê, a maneira como você se idealiza e a maneira como vê o mundo! Vamos viver a nossa vida, não se compare com aquela moça que já teve câncer várias vezes, cada ser é único, independente de qualquer classificação de CA! Não pense sempre no pior, aprenda a pensar sempre no melhor, procure sempre o melhor, mesmo em meio as adversidades!
Diante de tudo isso que está acontecendo comigo, eu resolvi mudar de vida, para viver mais, eu aprendi quatro maneiras de me curar do câncer:


1º. Colocar Deus acima de tudo - se antes eu já fazia, hoje eu me aperfeiçoei! Sim, hoje eu posso afirmar com toda a certeza, que sou realmente dependente de Deus. A gente, quando está saudável, pensa muitas vezes que está no controle de tudo, mas isso é um engano! A vida é imprevisível, os momentos são passageiros, um dia é sempre diferente do outro, por isso que reconhecer que é Deus está sempre no controle de tudo é resgatar a paz de espírito muitas vezes perdida! 

2ª. Mente Tranquila - é muito importante aprender a manter a calma. Remoer coisas do passado, discutir por qualquer bobagem, se aborrecer o tempo todo, não saber perdoar, são atitudes que só nos fazem mal. Hoje, quando estou com raiva de algo ou de alguém porque fez algo que me desagradou, eu resolvo na hora, eu converso na hora e coloco um ponto final! Não fico mais guardando mágoa ou remoendo o que já aconteceu, não vale a pena! Aprendi a ver o lado positivo de tudo e levar a vida numa boa! Menos estresse, a saúde sempre agradece!

3ª. Alimentação Saudável - Estou deixando de comer tanto doce, frituras, embutidos, farinha branca... eu andava comendo muitos alimentos vazios de nutrientes e acredito que uma alimentação alcalina não só vai equilibrar o meu corpo, como também bombardear tudo de ruim que possa vim a aparecer!

4º. Prática de Exercícios - É preciso suar, se movimentar, se sacudir! O sedentarismo chama doença! Só existe benefícios em se exercitar. Estou começando a fazer caminhadas e em breve vou voltar para a minha hidroginástica!

E é isso aí, meninas!
Fico por aqui.. Beijos!!

Att. Alana Baggioto

3 comentários:

  1. Deus é maravilhoso e está cuidando de ti e de tua família.

    ResponderExcluir
  2. Alana, sou, a cada dia, mais seu fã. Força. Deus está com você. Fica na paz. Um abraço em Bruno e na sua filha. Alberto de Guarabira.

    ResponderExcluir
  3. Comoveu-me ler o teu post! Pareces ser uma pessoa super forte e com muita força para ultrapassar este obstáculo que te apareceu na vida =/ desejo-te muita força!
    Beijinhos*

    Segui o teu blog :) e fico à espera de novidades! Faz também uma visita ao meu blogue e espero que gostes do que tenho publicado por lá!
    http://nuancesbyritadias.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...