31 de outubro de 2015

Me preparando para a Quimioterapia!

Olá meninas!

Faz tempo que eu não apareço por aqui, né? Hoje, eu resolvi dar notícias, conversar um pouquinho sobre o que eu tenho passado nesses últimos dias! Eu estou bem, me recuperando da mastectomia, me preparando para o segundo round dessa batalha!
Sabe, eu queria contar para vocês como nós somos fortes, nós mulheres temos uma força imensurável dentro de nós! Uma força de superação, de nos reinventarmos, de juntarmos todos os nossos pedacinhos e renascermos da dor, mais fortes, mais lindas e sábias! Todos os dias, eu me olho no espelho e agradeço a Deus por estar viva, por ter a oportunidade de beijar e abraçar a minha filha, de sentir o cheiro do meu esposo, de ouvir a minha mãe, de conversar com a minha sogra, com o meu sogro e com os meus amigos!
Nos permitimos por algum momento, chorar, sentir medo, um pouquinho de insegurança, mas apenas por um momento! Pois, o empenho maior é resguardar as nossas forças rumo a vitória!



A primeira vez que eu me vi com a mama reconstruída, eu chorei! A enfermeira entrou no quarto, eu estava deitada, ela disse: - eu vou retirar o curativo e você vai ficar a vontade para ir tomar um banho! Eu disse que iria esperar o meu esposo, que havia ido tomar café da manhã e ela concordou!
Ela retirou o curativo com bastante delicadeza e saiu do quarto, então eu me olhei e segurei o choro, em poucos segundos o meu esposo chegou, eu olhei para ele, um pouco nervosa e disse: - a enfermeira tirou o curativo! Ele quis logo ver, mas eu mantive o lençol escondendo e perguntei se ele me amava várias vezes (kkkkk) agora eu acho graça, mas na hora eu perguntava isso chorando e ele respondia: - muito, muito, muito.... e então eu mostrei, e ele disse que ainda ia ficar muito bonito! E não é que está ficando mesmo!



Estar cercada de pessoas que nos amam, pessoas confiantes, de alma leve e bem-humoradas faz tudo parecer possível, nos enchem de esperança e confiança! Eu tenho conhecido mulheres incríveis, guerreiras e vencedoras, com lindas histórias de superação e com brilhantes lições de vida. Eu tenho aprendido que a gente só se conhece verdadeiramente quando a vida nos surpreende com momentos assim, realmente difíceis, diante de enfermidades incuráveis, malignas, como o câncer! 

Só queria encerrar esse post, agradecendo a Deus por Ele ter me despertado, ter me conduzido desde o momento em que eu encontrei o nódulo até o momento em que eu sai do centro cirúrgico! Meu amigo inseparável, o que seria de mim se não fosse o teu amor, se não fosse o teu cuidado comigo? Sem o Senhor, eu não viveria, apenas sobreviveria! Obrigada Deus, a minha vida pertence a Ti!



Att. Alana Baggioto

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...